O cantor maldito!...


Diário

Fausto

Blogosfera

Biblos

Espaço do leitor

Links








Da mais bela canção da criação...
13Out2008 20:40:00
Publicado por:

Um post sobre Fausto, ou antes onde se desvenda o título da mais bela canção da criação...


Por Este Rio Acima é vulgarmente considerado o melhor disco de música popular portuguesa. Ainda bem, diga-se, que assim é. É bom para o Fausto, é bom para a música portuguesa, é bom para quem o diz, é bom para o país. O álbum, ou antes, o duplo álbum, conta a história de Fernão Mendes Pinto, que, como sabemos, andou vinte e um anos embrulhado em aven

Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (2080)

O Diabo Dança
09Mai2007 01:20:00
Publicado por: Fausto
"Fausto sabe, como ninguém, como talvez nunca antes, pelo menos de forma assim tão transparente, equilibrar o sono e o sonho. Ou seja, a virose letárgica que nos deixou chegar aonde estamos hoje, depois de tantas cruzadas e de tão intrincados cruzamentos, depois de tantas lutas e de igual número de lutos, depois de tantas paixões e da alarmante cadência com que as trocamos por depressões. Estamos prisioneiros de uma catalepsia colectiva: pensamos e entendemos como nos trocam as voltas mas não no

Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (970)

"Maldito" Génio
08Mai2007 23:50:00
Publicado por: Fausto

Fausto raramente sobe ao palco - tendo inclusivé surgido um boato de que o músico estaria mesmo para abandonar de vez os espectáculos. Entretanto 2004 é assinalado pela edição de um novo disco - a "Ópera de um cantor maldito" - e por num concerto especial, comemorativo dos 30 anos do 25 de Abril (em Sines, na noite de 24).

Nesta "Ópera..." pode escutar-se, como sempre, um certo eco da   consciência, povoada pelos imaginários que "atormentam" o génio do compositor - refugiado de tudo e de todas as modas.

Quem conhece a obra de Fausto, através de discos marcantes como "Por Este Rio Acima" e "Crónicas da Terra Ardente", vai certamente andar em busca da mesma personalidade controversa, imaginativa e provocadora. Uma militância errante, que sempre deu o norte a uma carreira totalmente assíncrona, no tempo e na estética vigente.

Com este disco, não haverá lugar para desilusão, nem para ilusão. Fausto continua a trilhar o mesmo caminho do seu próprio génio, em que se percebe, paradoxalmente, que gosta de extrair das "épocas" os elementos estéticos que o seduzem, mesmo que discretamente.

Neste mesmo patamar talvez só habitem os Gaiteiros de Lisboa, cuja originalidade afinal respira um pouco deste génio inconformado, errante e ardente. Fausto é, por seu lado, a criação solitária, sempre rodeada de muitos e bons músicos - que servem, no fundo, para viabilizar a sua solidão.

Por tudo isto, ver e ouvir Fausto Bordalo Dias ao vivo é sempre uma espécie de última oportunidade para coabitar neste universo emparedado pela fúria musical das canções simples, de palavra em riste - com a música de raiz tradicional portuguesa, sempre discreta, a respirar algures.

in
www.attambur.com



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (872)

Olá mundo!...
08Mai2007 23:30:00
Publicado por: Fernando Martins

 

 

***

Um primeiro tema para que não percam a oportunidade de ouvir um tema de um cantor que continua fiel a si próprio, em harmonia com o que nos canta. Um exemplo que nos faz acreditar para além da negra realidade em que nos afundam cada vez mais.


Carlos Fausto Bordalo Gomes Dias, mais conhecido por Fausto

 




Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (1242)


11 a 14 de 14 Primeiro | Anterior | Seguinte | Último |