O cantor maldito!...


Diário

Fausto

Blogosfera

Biblos

Espaço do leitor

Links








O Diabo Dança
09Mai2007 01:20:00
Publicado por: Fausto
"Fausto sabe, como ninguém, como talvez nunca antes, pelo menos de forma assim tão transparente, equilibrar o sono e o sonho. Ou seja, a virose letárgica que nos deixou chegar aonde estamos hoje, depois de tantas cruzadas e de tão intrincados cruzamentos, depois de tantas lutas e de igual número de lutos, depois de tantas paixões e da alarmante cadência com que as trocamos por depressões. Estamos prisioneiros de uma catalepsia colectiva: pensamos e entendemos como nos trocam as voltas mas não nos mexemos para dar a volta. Mas, por outro lado, também pelo sonho é que vamos com Fausto, trovador mas nunca bobo, sinaleiro mas nunca «polícia», o solitário mais solidário que conheço. A sua «Ópera» merece ser consultada, de guião em punho, e assimilada, de mão em mão. Cabemos todos: basta querer e, «a voar por cima das águas», crer.
Se outros méritos não mostrasse, esta poção «Mágica» chegaria para nos fazer respirar de alívio ao constatar que nem todos os fatalismos, mesmo literários, são fatais como o destino: há pelo menos um Fausto que não vende a alma ao Demo, chamem-lhe lá o que quiserem.

Texto de:

João Gobern

Sabemos como nos trocam as voltas e com Fausto a última réstia de esperança que teima em morrer. Há poucos faustos assim porque os outros mesmo sem o serem venderam a alma ao Diabo, ao Diabo que carregam.

Partilhar:

Para poder comentar necessita de iniciar sessào.